Meditação – o poder da mente vazia

Meditação – o poder da mente vazia

Amiga, uma das práticas fundamentais do meu Ritual da Manhã é a meditação.

Meditar é simples, mas  só com a prática disciplinada se chega aos melhores resultados. Confesso que no fim do ano passado, pela correria, eu acabei me “enrolando” e não estava fazendo assiduamente como deveria, então uma das coisas que me determinei a fazer é meditar religiosamente todas as manhãs e o faço antes de sair da cama, antes de qualquer outra coisa (como aquelas que já te contei de espreguiçar, falar os 10 Alegria sorrindo, beber minha garrafinha de água em jejum que já está a postos do lado da cama, e outras coisitas que ainda vou compartilhar com você que fazem parte do meu Ritual da Manhã e que não só fazem toda a diferença no meu dia como na minha vida como um todo.

Como eu medito? Simples demais, apenas sento com as costas retas encostando na cabeceira da cama (a minha é alta e confortável pois é forrada), cruzo as pernas porque me sinto bem na posição de lótus, aciono um aplicativo no meu celular para me avisar dali 10 min/20 min (dependendo da minha disponibilidade) e fico prestando atenção à minha respiração. Quando vierem os pensamentos, não devemos nos chatear, simplesmente aceita e volta a prestar a atenção na respiração tentando esvaziar a mente. Simples assim, não requer habilidade, apenas prática e disciplina pelo menos por 21 seguidos e virará um hábito.

Outra dica são as meditações guiadas que eu adoro e faço sempre que posso, tenho 3 delas salvas no meu celular (meditação da manhã e da noite de Louise Hay, como o nome diz devem ser feitas pela manhã e noite  e mude sua vida em 7 dias do Paul Mckenna, que pode ser ouvida em qualquer intervalo de tempo que tiver durante o dia ou noite), as ouço com frequência mesmo, estas e outras inúmeras  estão disponíveis no you tube e você pode baixar.

Outra dica imperdível de meditação guiada é da minha querida amiga e mentora Paula Abreu, que é uma Coach super top e faz periscope (aplicativo) todas as manhãs por volta das 8 horas e também a faço sempre que posso. Enfim, é só querer e vai encontrar diversas maneiras de meditar. O  que posso lhe afirmar é que funciona de verdade, quando praticada com disciplina,  e ajuda muito no processo de autoconhecimento, pois todos nós temos aquela “luz interna”, aquela conexão com o divino, que está lá disponível dentro da gente esperando para ser acessada.

Observar-se nem sempre é fácil, mas os benefícios são extraordinários. Com a meditação nos tornamos pessoas menos impacientes,  menos raivosas, mais capazes de  perdoar a si mesmas e aos outros. A meditação nos deixa menos vulneráveis a esses comportamentos venenosos que, repetimos mecanicamente, tanto mal nos fazem acarretando doenças pro corpo e pra alma.

A Neurociência já comprovou que sessões de meditação diárias garantem uma série de benefícios ao organismo. Meditar por vinte minutos diariamente, antes de sair de casa, ajuda a relaxar o corpo e preparar a mente para os compromissos ao longo do dia.  Mas se a sua agenda não permitir que seja antes de sair de casa e 20 minutos de uma vez só, tire 10 minutos 2 vezes ao dia e em dê esse tempo de presente a si mesmo e só terá benefícios.

Acredite, a meditação é tão poderosa que pode verdadeiramente modificar o seu cérebro. A neurociência explica o poder da meditação e os mecanismos neurais envolvidos em um dos mais poderosos processos de autocontrole e organização mental.

Não deixe de assistir o excelente vídeo produzido pelo Coach e Neurocientista Gustavo Carvalho, com o título “Meditação, Neurociência e Coach”, que mostra o que acontece quando se pratica a meditação regularmente. ( para assinar  o canal dele, que tem vídeos excelentes, clique no símbolo do You Tube e quando abrir no quadrinho  vermelho inscreva-se abaixo do nome dele)

Dicas Finais para  meditar bem  (http://super.abril.com.br/ciencia/o-poder-da-mente-vazia)

• Não é preciso atingir o nirvana, a plenitude que os monges buscam em estados alterados da consciência, para tirar proveito da meditação. Não é indispensável sequer sentar no chão com as pernas cruzadas, a conhecida postura de flor-de-lótus a que se habituaram os orientais. Você pode meditar em casa, sem sair da poltrona.
Algumas dicas para melhorar sua performance meditativa:
• Respire fundo. Isso oxigena o cérebro e deixa a mente mais ágil. Se você estiver muito agitado, expire mais longamente para estabilizar a mente.
• Posicione o queixo paralelo ao chão e a coluna ereta com leve projeção das cervicais para trás, como se fosse corrigir sua curvatura.
• Mantenha a língua debaixo dos dentes da arcada superior e o maxilar relaxado. Para evitar que a boca fique aberta, esboce leve sorriso (lembra aquele sorriso dos budas? Trata-se de um gesto pragmático).
• Deixe os olhos semicerrados, mirando a 45 graus. Há quem diga que é melhor fechá-los, pois costumamos empregar 25% da nossa energia psíquica com a visão. Quem defende a primeira postura, afirma que olhos fechados facilitam a visualização e, através dela, a dispersão. Algumas técnicas meditativas, no entanto, estão centradas justamente na visualização.
• Concentre-se na respiração, acompanhando os movimentos do abdomen com uma contagem regressiva de 10 a 1. Recomeçe-a durante todo o tempo da meditação ou quando pensamentos desviarem sua atenção. Outra alternativa é entoar mentalmente um mantra, que pode ser uma única palavra que lhe soa bem. Por exemplo: amor. O resto é deixar fluir.

Se você gostou deste post, comente, compartilhe, para me dar um feedback que minhas postagens estão sendo úteis para você, ok ?

Termos procurados:

  • Como chegar ao estado damente vazia dica simples

Deixe um comentário

Seja o Primeiro a Comentar!

Notificar-me de
avatar
wpDiscuz